Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/ri/2734
Tipo: masterThesis
Título: A identidade de meninos e sua relação com a variação linguística de P4 e o sucesso escolar
Título(s) alternativo(s): The boys of identity and its relationship with the P4 linguistic variation and school success
Autor(es): Correia, José Edson de Barros
Resumo: Examina-se criticamente o desempenho escolar de adolescentes ocorridos num espaço cronológico predefinido. A pesquisa serviu-se de indivíduos de ambos os gêneros, oriundos de todas as séries do Ensino Fundamental de uma escola pública da periferia de Pelotas-RS. Detectou-se que a aprovação, reprovação, transferências e evasão escolar podem estar relacionadas ao uso de marcadores linguísticos entre os gêneros, determinados pela linguagem, cultura e identidade. Estes são fatores sociolinguísticos apontados como possíveis causas de que o desempenho escolar de meninos seja pior do que o de meninas. O procedimento metodológico utilizado foi o método quantitativo correlacionado com os estudos sociolinguísticos labovianos. Os dados foram colhidos através de um Banco de Dados de Demografia Escolar – BDDE e por um estudo complementar da língua escrita, baseado em redações de alunos em sala de aula. A análise tomou como parâmetro as contribuições de especialistas sociolinguistas, como Labov (2008), entre outros. Os principais resultados auferidos destacam que a escola desenvolve um modelo pedagógico que privilegia uma língua padrão que favorece o gênero feminino, isto está demonstrado pelo baixo desempenho escolar dos adolescentes do gênero masculino; as meninas têm melhor índice de desempenho escolar na faixa etária entre dez e onze anos e os meninos pré-adolescentes nesta mesma faixa etária têm seu desempenho escolar prejudicado, porque não se adaptam ao ambiente escolar; a linguagem, cultura e identidade, podem influenciar nas altas taxas de reprovação; os meninos e pré adolescentes perdem o interesse pelo estudo, têm dificuldade de acompanhar os conteúdos do currículo escolar, têm baixa estima.
Abstract: It examines critically the academic performance of teenagers occurred in a predefined chronological space. Research poured individuals of both genders, coming from all elementary school grades of a public school in the outskirts of Pelotas-RS. Detector if that approval, disapproval, transfers and truancy can is related to the use of linguistic markers between genders, determined by language, culture and identity. These are sociolinguistic factors mentioned as possible causes that academic performance of boys is worse than that of girls. The methodological procedure used was the quantitative method correlated with the studies sociolinguistic Labovianos. Data were collected through a School Demographics Database - BDDE and a complementary study of the written language, based on essays of students in the classroom. The analysis took as a parameter the contributions of Sociolinguists experts, as Labov (2008), among others. The main earned results highlight that the school develops an educational model that favors a standard language that favors females, this is demonstrated by the low academic performance of male adolescents; girls have better school performance index in the age group between ten and eleven and pre-teen boys in this age group have their poor school performance, why not adapt to the school environment; language, culture and identity, can influence the high failure rates; boys and pre teens lose interest in the study, have difficulty in following the school curriculum content, have low esteem.
Palavras-chave: Ensino fundamental
Marcadores linguísticos
Desempenho escolar
Ambiente escolar
Elementary school
Linguistic markers
School performance
School environment
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Federal de Pelotas
Sigla da Instituição: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Centro de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citação: CORREIA, José Edson de Barros. A identidade de meninos e sua relação com a variação linguística de P4 e o sucesso escolar. 2015. 118 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Centro de Letras e Comunicação, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.
Tipo de Acesso: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br/handle/ri/2734
Data do documento: 19-Out-2015
Aparece nas coleções:Pós-Graduação em Letras: Dissertações e Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A identidade de meninos e sua relação com a variação linguistica de P4 e o sucesso escolar.pdfDissertação José Edson de Barros Correia2,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons