Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4928
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Floricultura regional e potencialidade ornamental de plantas nativas do sul do Rio Grande do Sul
Other Titles: Regional Floriculture and ornamental potential of native plants from Southern Rio Grande do Sul State
metadata.dc.creator: Stumpf, Elisabeth Regina Tempel
metadata.dc.contributor.advisor1: Grolli , Paulo Roberto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Barbieri , Rosa Lia
metadata.dc.description.resumo: O Rio Grande do Sul é um dos cinco maiores produtores de flores e plantas ornamentais do País e destaca-se como um dos maiores consumidores per capita nacional destes produtos. Na região sul do Estado, a Floricultura vem apresentando expressão econômica e social cada vez mais acentuada, embora não tenha alcançado ainda um diferencial que a torne competitiva frente às regiões produtoras tradicionais. A diversidade da flora gaúcha oferece inúmeras espécies nativas com características morfológicas de interesse para a Floricultura, que podem vir a proporcionar este diferencial. Assim sendo, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de caracterizar a Floricultura nos municípios do Corede Sul e apontar plantas nativas da região com potencial para uso em arte floral. Para tanto, foi avaliado o setor produtivo e a produção de flores de corte na região, e a comercialização e uso de folhagens de corte nas floriculturas locais. A partir da constatação do uso corriqueiro de Rumohra adiantiformis, foi caracterizado o extrativismo e a comercialização desta espécie. Em um cenário propício, onde existe produção e vocação para a Floricultura, e onde a arte floral é bastante valorizada, o cultivo comercial de plantas nativas pode se tornar uma opção econômica viável. Para determinar o grau de potencialidade ornamental de plantas nativas para uso como flores e folhagens de corte, foi proposto e validado um método fundamentado em características de interesse para o mercado e para a arte floral. Os atributos estéticos e a vida útil real das hastes florais de Andropogon bicornis, Baccharis articulata, B. usterii, Eryngium eriophorum, E. ebracteatum, E. sanguisorba, Hypericum connatum, Myrsine umbellata, Schinus lentiscifolius e S. terebinthifolius foram avaliados, verificando sua aptidão para uso como complemento floral. Os resultados indicam que a Floricultura, como atividade agrícola, colabora para o desenvolvimento do Corede Sul, mostrando crescente profissionalização, especialmente no que diz respeito ao uso de tecnologia de produção e tipo de mão-de-obra empregada. O município de Pelotas firma-se como pólo produtor e consumidor de flores e plantas ornamentais na região, havendo uma tendência de aumentar a especialização na produção de flores de corte. As folhagens de corte utilizadas pelos floristas evidenciam um estilo de arte floral conservador e tradicional, devido à falta de oferta de produtos diferenciados. Em função disto, o uso de samambaia-preta nas floriculturas do sul do Rio Grande do Sul é bastante significativo, com as frondes extraídas direta e exclusivamente de populações naturais, não havendo produção comercial. A planilha desenvolvida mostrou ser um instrumento eficaz para a avaliação da potencialidade ornamental de plantas nativas e não convencionais. Os atributos estéticos e a vida útil real das hastes florais de Andropogon bicornis, Baccharis articulata, B. usterii, Eryngium eriophorum, E. ebracteatum, E. sanguisorba, Hypericum connatum, Myrsine umbellata, Schinus lentiscifolius e S. terebinthifolius evidenciam alto grau de potencialidade ornamental e aptidão para uso como complemento para a arte floral, indicando que podem vir a ser uma excelente opção para a diversificação deste segmento na região sul do Estado.
Abstract: The State of Rio Grande do Sul is one of the five main Brazilian producers of flowers and ornamental plants, and it is the main per capita consumer of these products in the country. In the Southern region of the State, Floriculture is increasing in economic and social expression, although it has not reached a differential that makes it competitive when compared to the traditional producing regions. The flora diversity from this State has many native species with morphologic characteristics of interest for the Floriculture which can offer this differential. Therefore, this study was developed to characterize the Floriculture in the counties of the Corede Sul (Southern part of Rio Grande do Sul State) and to show the native plants of this region to be used in floral art. The productive sector, the production of cut flowers in this area, and the commercialization and use of cut foliage in the local flower shops were evaluated. Since Rumohra adiantiformis is commonly used, the gathering and commercialization of this species was characterized. In an ideal scenery, where the production and vocation for Floriculture is present and the floral art is appreciated, native plants can be a viable economic option. To determine the degree of ornamental potential of native plants, a method based on characteristics of interest for the market and the floral art was proposed and validated. The aesthetic traits and vase life of the Andropogon bicornis, Baccharis articulata, B. usterii, Eryngium eriophorum, E. ebracteatum, E. sanguisorba, Hypericum connatum, Myrsine umbellata, Schinus lentiscifolius and S. terebinthifolius floral stems were analysed, checking its aptness to be used as floral complement. The results indicate that the Floriculture, as an agricultural activity, contributes to the Corede Sul regional development, shows enhanced specialization, mainly related to the use of production technology, and also that Pelotas county is a flower and ornamental plant producer and customer pole in the region that has a tendency to increase and specialize the production of cut flowers. The cut foliages used by the florists evidence a traditional floral art style. The use of leather fern in the floricultures of the Southern part of Rio Grande do Sul is very significant. The fronds are gathered directly and exclusively from natural populations, and do not have commercial production. The form developed proves to be an efficient way to evaluate the ornamental potential of native and non conventional plants. The aesthetic qualities and the vase life of Andropogon bicornis, Baccharis articulata, B. usterii, Eryngium eriophorum, E. ebracteatum, E. sanguisorba, Hypericum connatum, Myrsine umbellata, Schinus lentiscifolius and S. terebinthifolius floral stems have shown high degree of ornamental potential and aptness to be used as complement to the floral art, indicating that it can be an excellent option to the diversification of this segment in the Southern part of the State.
Keywords: Agronomia
Floricultura
Extrativismo
Flores
Folhagens de corte
Arte floral
Floriculture
Gathering
Cut flowers
Cut foliages
Floral art
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citation: STUMPF, Elisabeth Regina Tempel. Floricultura regional e potencialidade ornamental de plantas nativas do sul do Rio Grande do Sul. 2007. 157f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4928
Issue Date: 1-Apr-2007
Appears in Collections:PPGA: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Elisabeth_Stumpf.pdf68,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons