Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3281
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Desempenho fisiológico de sementes e metabolismo antioxidante de plântulas de alface e de trigo sob ação dos extratos aquosos de buva e de azevém
Other Titles: Physiological performance of seeds and antioxidant metabolism of lettuce seedlings and wheat under the action of aqueous extracts of horseweed and ryegrass
Authors: Silva, Tuane Araldi da
metadata.dc.description.resumo: Os trabalhos foram realizados no Laboratório de Fisiologia de Sementes - UFPel, nos anos de 2012 a 2014 e objetivaram avaliar o efeito de diferentes concentrações de extratos vegetais sobre aspectos fisiológicos de sementes e plântulas de alface e trigo. Nos capítulos 1 e 2 foram utilizados extratos de folhas de buva (Conyza bonariensis) e azevém (Lolium multiflorum)nas concentrações 0; 2; 4; 6 e 8% e como espécie alvo foram utilizadas sementes de alface. No capítulo 3, a espécie alvo foi trigo e o extrato aquoso utilizado foi de folhas de Lolium multiflorum nas concentrações 0; 2; 4; 6 e 8%. Foram avaliados a germinação, a primeira contagem de germinação, o índice de velocidade de germinação, o comprimento de parte aérea e de raiz primária, a massa seca total de plântulas, a condutividade elétrica, a atividade das enzimas superóxido-dismutase (SOD), catalase (CAT) e ascorbarto-peroxidase (APX), peroxidação lipídica, peróxido de hidrogênio, emergência de plântulas, área foliar, comprimento de parte aérea e de raiz e massa seca total das plântulas emergidas. No capítulo 1, verificou-se que as maiores concentrações do extrato aquoso de buva proporcionaram maior inibição da germinação e do crescimento inicial de plântulas de alface. Houve aumento da condutividade elétrica em sementes de alface, níveis de peróxido de hidrogênio, da peroxidação lipídica e atividade das enzimas superóxido-dismutase, catalase, ascorbato-peroxidase. No capítulo 2 verificou-se que o extrato aquoso de folhas de azevém afetou negativamente a primeira contagem de germinação, o índice de velocidade de germinação e o crescimento de plântulas de alface. O aumento da concentração do extrato proporcionou a elevação na atividade das enzimas antioxidantes, sendo resultados mais pronunciados, observados nas concentrações de 6 e 8%. No capítulo 3, o índice de velocidade de germinação de sementes de trigo foi reduzido de forma marcante na concentração 8% do extrato de azevém. As concentrações mais altas do extrato resultaram nos maiores teores de peróxido de hidrogênio, peroxidação lipídica e atividades das enzimas superóxido-dismutase, catalase e ascorbato-peroxidase.
Abstract: The works was carried out at the Seed Laboratory of Physiology - UFPel in the years 2012 to 2014 and aimed to evaluate the effect of different concentrations of plant extracts on physiological aspects of seeds and lettuce and wheat seedlings. In chapters 1 and 2 leaf extracts were used horseweed (Conyza bonariensis) and ryegrass (Lolium multiflorum) at concentrations of 0; 2; 4; 6 to 8% as the target species and lettuce seeds were used. In Chapter 3, the target species was wheat and the aqueous extract was of Lolium multiflorum leaves at concentrations of 0; 2; 4; 6 to 8%. We evaluated the germination, the first count, the germination rate index, shoot length and primary root, total seedling dry weight, electrical conductivity, the activity of superoxide dismutase (SOD), catalase (CAT) and ascorbarto-peroxidase (APX), lipid peroxidation, hydrogen peroxide, seedling emergence, leaf area, shoot and root length and total dry mass of emerged seedlings. In Chapter 1, it was found that higher concentrations of the aqueous extract showed higher horseweed inhibition of germination and initial growth of lettuce seedlings. There was an increase of the electrical conductivity lettuce seeds, hydrogen peroxide levels, lipid peroxidation and activity of superoxide dismutase, catalase, ascorbate peroxidase. In Chapter 2 it was found that the aqueous extract of ryegrass leaves negatively affected the first count, the germination speed index and the growth of lettuce seedlings. The increase of the extract concentration resulted in higher in antioxidant enzyme activity, being more pronounced results observed at concentrations of 6 to 8%. In Chapter 3, the wheat seed germination speed was reduced markedly in concentration 8% of ryegrass extract. Higher concentrations of the extract produced the highest yields of hydrogen peroxide, lipid peroxidation and activities of superoxide dismutase, catalase and ascorbate peroxidase.
Keywords: Sementes
Seeds
Asteraceae
Poaceae
Alelopatia
Qualidade fisiológica
Enzimas antioxidantes
Allelopathy
Physiological quality
Antioxidant enzymes
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::PRODUCAO E BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes
Citation: SILVA, Tuane Araldi. Desempenho fisiológico de sementes e metabolismo antioxidante de plântulas de alface e de trigo sob ação dos extratos aquosos de buva e de azevém. 2015. 80f. Dissertação (Mestre em Ciências) – Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3281
Issue Date: 27-Feb-2015
Appears in Collections:PPGCTS: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_tuane_araldi_da_silva.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons