Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2122
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Efeito da temperatura durante a diferenciação de gemas, floração, crescimento e desenvolvimento de frutos em pessegueiro na região de Pelotas, RS.
Other Titles: Effect of the temperature during bud differentiation, blooming, fruit growth and development in peach tree in the area of Pelotas,RS
Authors: Couto, Marcelo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Herter, Flávio Gilberto
metadata.dc.description.resumo: As horas de frio necessárias às gemas vegetativas e floríferas, quando insuficientes, limitam a produção de pessegueiros nas zonas subtropicais e temperadas brasileiras. A redução na produtividade pode ocorrer também, devido a variações bruscas na temperatura durante os períodos de diferenciação das gemas, préfloração, floração, crescimento e desenvolvimento dos frutos desta espécie. Estas variações de temperatura podem ser uma das causas da instabilidade produtiva de algumas cultivares de pessegueiro. Muito dos problemas que se verificam, após a floração ou mesmo na colheita, como baixa produtividade, atribuídos muitas vezes, apenas às condições de inverno com pouco frio que ocorrem no sul do Rio Grande do Sul, podem ter origem em etapa anterior do desenvolvimento e, muito provavelmente, na diferenciação floral. Com os objetivos de estudar a influência de altas temperaturas sobre diferenciação de gemas, pré-floração, floração, frutificação efetiva, crescimento e desenvolvimento de frutos, foram realizadas observações no avanço dos estádios de diferenciação das gemas, épocas de brotação e floração, testes de viabilidade e produção de pólen. Foram, ainda, feitas observações na morfologia e biologia floral, frutificação efetiva, crescimento e desenvolvimento dos frutos. A elevação da temperatura foi proporcionada com a utilização de casas de plástico ou através do ensacamento dos ramos com mangas de plástico transparente ou garrafas de plástico. Foram utilizadas plantas de duas cultivares comerciais de pessegueiro de baixa necessidade de frio (200 a 300 horas): Granada e Maciel em 2003, 2004 e 2005. Não há a formação de pistilos duplos ou quaisquer anomalias morfológicas mesmo sob temperaturas maiores que 25°C durante o período de diferenciação das gemas das cultivares de pessegueiro Granada e Maciel. Há diferenças entre cultivares e entre temperaturas de incubação quanto à porcentagem de germinação do pólen in vitro. A viabilidade do pólen das cultivares de pessegueiro testadas (Esmeralda, Granada, Jade e Maciel) pode ser avaliada por germinação in vitro em meio de cultura padrão (10% de sacarose + 1% de agar, dissolvidos em água destilada), três horas após a inoculação, com incubação a 24°C e 28°C. Ensacamento de ramos com plástico transparente ou com garrafas de plástico, é uma forma simples e econômica de aumentar a temperatura junto aos ramos das plantas, em condições de campo, sendo mais efetivo que o uso de estufas de plástico. Conclui-se que em condições de temperaturas elevadas, durante a pré-floração, ocorre a antecipação da antese das flores para as cultivares Granada e Maciel. A morfologia das flores, em relação ao comprimento e ao peso dos pistilos, não é influenciada pela elevação da temperatura nas condições experimentais utilizadas. Temperaturas elevadas durante a pré-floração, influenciam negativamente na frutificação efetiva da cultivar de pessegueiro Granada. Em condições de temperaturas, elevadas durante o estádio I de crescimento e desenvolvimento dos frutos, para as cultivares de pessegueiro Granada e Maciel, há uma tendência de formação de um maior número de células do pericarpo, o que ampliaria o potencial da produção de frutos com maior tamanho.
Abstract: Insufficient chilling accumulation limits the production of peach in subtropical areas. Comparatively this combined with the wide temperature fluctuation during bud differentiation, through the bloom period and fruit growth and development may cause crop losses. Problems with low productivity in southern Rio Grande do Sul often attributed to the mild winter conditions, however, the environmental conditions especially around bloom period to be critical for optimal yields. In subtropical áreas temperature oscillations may cause problems during fertilization with subsequent reduction of fruit set and production instability of some peach cultivars. To better understand the effect of high temperatures on flower differentiation, pre-blooming, blooming, fruit set and fruit development and growth observations were made during the stages of bud differentiation, leafing and blooming, which included pollen production and viability, floral morphology, fruit set and the fruit growth and development. Temperature elevation with the tree was obtained by bagging branches with transparent plastic or with transparent plastic bottles. Plants of two low chilling peach cultivars (200 to 300 hours): Granada and Maciel were used in the years of 2003, 2004 and 2005. Conditions of high temperatures during the period of bud differentiation of Granada and Maciel did not promote the formation of double pistils or any morphologic anomalies. Bagging shoots with transparent plastic bags and plastic bottles is a simple and economical way of increasing the temperature on the branches under field conditions. High temperatures conditions during pre-blooming period advanced and accelerated the flowers anthesis and pistil growth. Flower morphology, regarding pistil length and weight, was not influenced by temperature elevation under experimental conditions. High temperatures during the pre-blooming negatively influenced the fruit set of the peach cultivar Granada. The percentage of in vitro pollen germination was different among cultivars and incubation temperatures. Pollen viability of cultivars Esmeralda, Granada, Jade and Maciel, can be evaluated by in vitro germination in standard culture medium (10% of sucrose + 1% of agar, dissolved in distilled water), three hours after the inoculation, with incubation at 24°C and 28°C. Under high temperatures conditions during the stage I of fruit growth and development of peach cultivars Granada and Maciel, cell division may be accelerated since a larger number of cells was counted in the pericarp tissue.
Keywords: Prunus persica
Adaptação climática
Biologia floral
Fertilização
Órgãos reprodutivos
Viabilidade de pólen
Climatic adaptation
Floral biology
Fertilization
Reproductive organs
Pollen viability
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citation: COUTO, Marcelo. Effect of the temperature during bud differentiation, blooming, fruit growth and development in peach tree in the area of Pelotas,RS. 2006. 123 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2006.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2122
Issue Date: 27-Nov-2006
Appears in Collections:PPGA: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ Marcelo_ Couto.pdf11,46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.