Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/2073
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Avaliação de populações de azevém anual quanto à tolerância ao alumínio tóxico e estimativa de tamanho de amostra para estudos de diversidade genética com marcadores AFLP
Other Titles: Evaluation of aluminum tolerance and DNA bulk sample sizes in Italian ryegrass populations assessed with AFLP markers
Authors: Bresolin, Adriana Pires Soares
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Oliveira, Antonio Costa de
metadata.dc.description.resumo: O azevém (Lolium multiflorum Lam.) é a espécie forrageira de maior utilização no Rio Grande do Sul, assim como na maior parte das regiões temperadas e subtropicais do mundo, destacando-se entre as mais difundidas no mundo. Devido à grande importância desta forrageira no Brasil, no ano de 1999, iniciaram-se na Embrapa Clima Temperado atividades voltadas ao melhoramento do azevém anual, inicialmente com a realização de coletas de germoplasma. No entanto, a simples coleta e a conservação de recursos genéticos, sem as informações sobre suas características, torna os bancos de germoplasma simples depósitos de materiais. É de fundamental importância que se conheçam os recursos genéticos disponíveis, tanto em termos da variabilidade presente, como em termos de qualidade destes materiais, para que uma apropriada definição das estratégias de conservação e uso seja empregada. A pesquisa teve como principais objetivos avaliar populações de azevém anual quanto à tolerância ao alumínio tóxico e definir o tamanho de amostras de bulks de DNA mais apropriado para estudos de diversidade genética entre populações de azevém anual com marcadores AFLP. Foram desenvolvidos dois trabalhos: o primeiro avaliou populações de azevém sob condições de hidroponia quanto à sensibilidade e tolerância ao alumínio. Os resultados encontrados mostram que o emprego de solução nutritiva combinada com as diferentes doses de Al3+ (0; 7 e 21 mg.L-1) foi eficiente na discriminação dos genótipos em estudo, indicando a existência de variabilidade genética e destacando as populações CNPGL 178 e CNPGL 136 como constituições genotípicas com maior tolerância ao alumínio e estabilidade nos dois períodos de avaliação. O segundo tratou de definir o tamanho de bulk mais apropriado para estimar a diversidade genética entre populações de azevém com uso de marcadores AFLP. Foram avaliadas duas populações de azevém, sendo analisados 30 indivíduos de cada população e seus respectivos bulks: seis bulks constituídos por 5 indivíduos cada; três bulks de 10 indivíduos; dois bulks de 15 indivíduos; um bulk de 20 indivíduos e um bulk de 30 indivíduos. Seis combinações de primers AFLP foram empregadas. Todos os tamanhos e número de bulks avaliados foram eficientes em discriminar as duas populações analisadas. Entretanto, considerando a rapidez, custo e poder discriminatório, o bulk formado por 20 indivíduos foi o mais apropriado para estimar a divergência genética entre populações de azevém. Foi evidenciado que embora ocorra uma perda dos alelos que estão presentes em baixa freqüência nas populações, a avaliação de bulks acarreta na redução de amostras a serem processadas, permitindo que um grande número de populações sejam caracterizadas sem perder a identidade de cada população.
Abstract: Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.) is the most important forage grass in Rio Grande do Sul, as well as in most part of temperate and subtropical regions of the world. Due to its importance, in 1999 Embrapa Temperate Agriculture initiated activities to develop an Italian ryegrass breeding program, which started with collecting germplasm in Southern Brazil. However, collecting and conservation of germplasm, without its characterization, results in genebanks as simple repositories of genetic materials, without use. To established correct strategies of efficient management and use of genebanks, is extremely important to know the amount and quality of genetic resources available in genebanks. This study was developed aiming to evaluate Italian ryegrass populations to aluminum tolerance and to establish the optimum bulk size to estimate genetic diversity among populations with AFLP markers. Two experiments were undertaken; the first one evaluated six Italian ryegrass populations in hydroponic solution to aluminum (Al3+) tolerance. The results showed that the nutrition solution combined with the different aluminum doses (0; 7 and 21 mg.L-1) were efficient to discriminate the populations evaluated, showing the presence of genetic variability among populations. Tolerance to Al3+ was higher in populations CNPGL 136 and CNPGL 178, which also showed stability in both periods of evaluation. The second experiment was developed aiming to establish the optimum bulk size to estimate genetic diversity among Italian ryegrass populations with AFLP markers. Two populations were evaluated; from each population were characterized 30 individuals and the respective bulk samples sizes: six bulks of 5 individuals each; three bulks of 10 individuals; two bulks of 15 individuals; one bulk of 20 individuals and one bulk of 30 individuals. Six AFLP primer combinations were employed. All numbers and sizes of bulks evaluated were able to discriminate the two populations characterized. However, considering time, cost and discriminatory power, the bulk of 20 individuals is more indicated to be employed in genetic diversity analysis studies among Italian ryegrass populations. Although alleles that occur in low frequency in the populations are lost when bulks are analyzed, the evaluation of bulks, instead of individual genotypes, saves processing time of samples allows that a larger number of populations to be analyzed without identity losses.
Keywords: Lolium multiflorum
Variabilidade genética
Bulks de DNA
Lolium multiflorum
Genetic variability
DNA bulks
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citation: BRESOLIN, Adriana Pires Soares. Evaluation of aluminum tolerance and DNA bulk sample sizes in Italian ryegrass populations assessed with AFLP markers. 2007. 77 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2007.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2073
Issue Date: 5-Apr-2007
Appears in Collections:PPGA: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Adriana_Bresolin.pdf2,33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.