Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/123456789/1132
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Análise Espacial da Degradação Ambiental no Municipio de Capão do Leão, RS
Other Titles: Spatial analysis of the land degradation in Capão do Leão municipality, RS - Brazil.
Authors: Cruz, Ricardo Decker da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Pinto, Luiz Fernando Spinelli
metadata.dc.description.resumo: O modelo atual de desenvolvimento tem como princípio básico o crescimento acelerado centrado no desenvolvimento tecnológico, um modelo de base econômica, sendo o PIB o principal indicador de desenvolvimento de uma nação. Esse modelo comprovadamente promove uma acelerada degradação da qualidade ambiental dos meios pressionados. O presente trabalho tem como objetivo identificar, quantificar e classificar a degradação ambiental severa no município de Capão do Leão, através do uso de geotecnologias. Para tal, foram utilizados os seguintes planos básicos de informação: base cartográfica (malha viária), hidrografia, bacias hidrográficas, Modelo Numérico do Terreno (MNT), vegetação, geologia, solos e áreas degradadas. As áreas degradadas foram identificadas a partir de imagens disponíveis do Google Earth e caracterizadas em campanhas de campo. A partir dos planos básicos foram gerados outros planos de informação como o mapa de declividades, de altitude e os cruzamentos com as áreas degradadas. A partir da integração dos dados foi elaborada uma classificação para as áreas degradadas no município cujas diretrizes basearam-se no agente causal, grau de degradação, status da atividade causadora da degradação e possibilidade e tipo de recuperação. Foram identificadas 746 áreas degradadas, variáveis em tamanho, forma e intensidade. Em termos globais encontrou-se um total de 474,9ha de áreas severamente degradadas, destacando-se aquelas ligadas as minerações (361,4ha ou 76% do total), de areia, granito e saibro, além de áreas de empréstimo (61,8 ha 13% do total), principalmente para barragens e estradas. As unidades de solos mais afetadas foram as de Neossolos Litólicos e de Argissolos, nas terras altas, por mineração de granito e saibro, respectivamente, e de Espodossolos, na planície do São Gonçalo, por mineração de areia. Das 746 áreas identificadas, 69 (224,27ha ou 47%) encontram-se em grau de degradação extrema com atividade erosiva forte ou muito forte, necessitando de uma recuperação que envolva uma intervenção continuada com conformação de entorno, podendo haver necessidade de redirecionamento de uso.
Abstract: The nowadays model of development has as a basic principle an economically based growth focused in the technological development, having the GIP as the main indicator of development of a nation. This model is known for promoting an accelerated degradation of the quality of the environment under pressure. The present work aims the identification; quantification and classification of the severely degraded land in the Capão do Leão municipality RS, Brazil, through the use of geotechnologies. In order to achieve that, the following base layers were used: roads, hydrography, river basins, numerical terrain model, vegetation, geology, soils, and degraded land. The degraded land areas were identified and delineated in Google Earth images and subsequently characterized in the field. Through the degraded land data collected a land degradation classification scheme was conceived based on the causing agent, degradation degree, the activity status of the degrading agent, and the possibility and type of reclamation needed. Crossing the land degradation database with the other base maps generated new maps and information. A number of 746 degraded areas were identified, varying in size, shape and degree, totaling 474,9ha of severely degraded land, mostly due to mine activities (361,4 ha or 76% of the total) - sand, granite and gravel. Other important type of degradation were those of borrow materials (61,8 ha 13% of the total). Soil units more affected were those of Entisols and Ultisols, due to granite and gravel mining, respectively, and of Spodosols, located in the São Gonçalo plain, due to sand mining. From the total degraded areas, 224,7ha in 69 occurrences are in an extremely degree of degradation under strong or very strong erosive activity, needing a restoration that includes a continuous intervention with reconditioning of the surroundings, that in some cases may need a change of use.
Keywords: Degradação
Meio físico
Recuperação ambiental
Classificação de áreas degradadas
Soil degradation
Environmental restoration
Physical environment
Land degradation classification
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agronomia
Citation: CRUZ, Ricardo Decker da. Spatial analysis of the land degradation in Capão do Leão municipality, RS - Brazil.. 2011. 125 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2011.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1132
Issue Date: 8-Sep-2011
Appears in Collections:PPGA: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Ricardo_ Decker_ Cruz.pdf11,88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.